A Raça

Histórico da Raça

O Pointer Inglês teve sua origem no Reino Unido por volta de 1650. Eram freqüentemente usados para localizar e apontar aves e lebres em parceria de caça com antigos Greyhounds. A origem dos Pointers é ampla e antiga, mas não há dúvidas de que inclui antigos Foxhound, Greyhound, Bloodhound e cruzamentos com algum tipo de "spaniel de aponte", que desempenhou um papel importante na criação de todos os cães de caça modernos.
 
Temperamento equilibrado e alerta é um ótimo companheiro tanto para caça como para o ambiente domiciliar. Atividade física regular é importante para sua saúde física e mental, são ótimos parceiros de crianças. Travessos por natureza, se faz indicado socialização desde cedo, tem fácil aprendizado. Pelagem curta de manutenção simples nas cores limão e branco, laranja e branco, fígado e branco e preto e branco. Unicolor e tricolor são também cores corretas.

Padrão da Raça

PAÍS DE ORIGEM: Grã-Bretanha.

UTILIZAÇÃO: Versátil cão de caça.

NOME NO PAÍS DE ORIGEM: English Pointer.

APARÊNCIA GERAL: Simetricamente bem construído, de contorno geral com uma série de curvas graciosas. Uma aparência forte e ágil.

COMPORTAMENTO / TEMPERAMENTO: Aristocrático. Alerta com aparência de força, resistência e rapidez. Agradável e equilibrado.

CABEÇA REGIÃO CRANIANA Crânio: De largura média em proporção ao comprimento do focinho. Osso occipital pronunciado. Stop: Bem definido.

REGIÃO FACIAL Trufa: Escura, mas pode ser mais clara no caso de exemplares de cor limão e branco. Narinas largas, macias e úmidas. Focinho: Ligeiramente côncavo, terminando no nível das narinas, dando uma aparência ligeiramente arrebitada (dish-face). Ligeira depressão sob os olhos. Lábios: Bem desenvolvidos, macios. Maxilares / Dentes: Fortes, com uma perfeita, regular e completa mordedura em tesoura. Bochechas: Ossos das bochechas não proeminentes. Olhos: A média distância do occipital à ponta da trufa, brilhantes e expressão doce. Pode ser de cor avelã ou marrom, de acordo com a cor da pelagem. Não são nem salientes, nem esgazeados, nem olhando para baixo em direção à trufa. Borda dos olhos escura, porém pode ser mais clara nos exemplares de cor limão e branco. Orelhas: Finas, inseridas bastante altas, caindo próximas à cabeça; de comprimento médio, ligeiramente pontudas nas extremidades. 

PESCOÇO: Longo, musculoso e ligeiramente arqueado, bem articulado aos ombros e livre de barbelas.

TRONCO Lombo: Forte, musculoso e ligeiramente arqueado. Curto. Peito: Suficientemente largo para o coração. Caixa torácica bem descida ao nível dos cotovelos. Costelas bem arqueadas, e portadas bem para trás, caindo gradualmente para o lombo.

CAUDA: Tamanho médio, grossa na raiz, afinando gradualmente para a ponta. Bem coberta por pelos bem fechados; portada em nível com o dorso, sem curvar para cima. Em movimento, a cauda deve movimentar-se para os lados.

MEMBROS ANTERIORES Aparência geral: Retos, e firmes, com bons ossos ovais, com tendão forte e visível. Ombros: Longos, oblíquos e bem colocados para trás. Carpos: Planos, na parte anterior das pernas e muito pouco proeminentes na parte interna. Metacarpos: Compridos, fortes e resistentes. Ligeiramente oblíquos. Patas: Ovais, bem fechadas, dedos arqueados com boas almofadas.

POSTERIORES Aparência geral: Muito musculosos. Os ossos do quadril bem afastados, proeminentes, mas não ultrapassando a linha do dorso. Coxas: Bem desenvolvidas. Joelhos: Bem angulados. Pernas: Bem desenvolvidas. Jarretes: Bem descidos. Patas: Ovais, bem fechadas, dedos arqueados com boas almofadas. 

MOVIMENTAÇÃO: Suave, com boa cobertura de terreno. Boa propulsão dos posteriores, cotovelos não virando nem para fora, nem para dentro. Definitivamente sem nenhuma ação de hackney. PELAGEM Pelo: Fino, curto, duro e igualmente distribuído, perfeitamente liso e reto com brilho. COR: As cores mais comuns são limão e branco, laranja e branco, fígado e branco e preto e branco. Unicolor e tricolor também são corretas.

TAMANHO Altura na cernelha: Machos: 63 - 69 cm. Fêmeas: 61 - 66 cm.

FALTAS: Qualquer desvio dos termos deste padrão deve ser considerado como falta e penalizado na exata proporção de sua gravidade e seus efeitos na saúde e bem estar do cão e em suas habilidades para executar seu trabalho tradicional.

FALTAS DESQUALIFICANTES • Agressividade ou timidez excessiva. • Todo cão que apresentar qualquer sinal de anomalia física ou de comportamento deve ser desqualificado. NOTAS: • Os machos devem apresentar os dois testículos, de aparência normal, bem descidos e acomodados na bolsa escrotal. • Somente os cães clinicamente e funcionalmente saudáveis e com conformação típica da raça deveriam ser usados para a reprodução. As últimas modificações estão em negrito.